× QUEM SOMOS CATÁLOGO VINHOS REGIÕES PRODUTORES ONDE ENCONTRAR NOTÍCIAS FALE CONOSCO

Château Liot Bordeaux, França www.chateauliot.com
PROPRIETÁRIO Jerry David. ENÓLOGO
A VINÍCOLA O château pertence à família David há cinco gerações e hoje está sob o comando de Jerry David, que cuida da produção dos 45 ha de vinhedos, cultivados pelo sistema de agricultura sustentável, sendo 25 ha situados no Haut-Barsac, região de microclima propício para a elaboração de grandes vinhos licorosos. A família é proprietária também do Château Saint-Jean des Graves, onde produz brancos e tintos a partir de 20 ha de vinhedos. O Château du Levant é o segundo vinho desse renomado château, um Sauternes excelente de preço bastante competitivo. Vinhedos

A propriedade situada no platô de Haut-Barsac aproveita ao máximo o microclima de Sauternes. A particularidade de seu solo é a terra argilosa e vermelha, que repousa sobre um leito de calcário fragmentado. Os vinhedos, cercados na maioria por pequenos muros de pedras, são formados por Sémillon (85%), Sauvignon (10%) e Muscadelle (5%). A colheita é objeto de atenção especial dos proprietários, com rigorosa seleção de grãos nobres, seguida de vinificação ligada aos métodos tradicionais.

Colheita

A originalidade essencial da vinificação em Barsac e em Sauternes é antes de tudo o modo da colheita. É preciso aguardar a sobrematuração das uvas e uma podridão tão particular à região, que é qualificada de nobre, provocada por um fungo característico chamado <em>Botrytis Cinerea</em>. Esse fungo minúsculo fornece, nas grandes safras, o famoso tostado perceptível nas garrafas mais envelhecidas. Mas extrair a melhor parte do Botrytis não é simples. Sua ação sobre a uva não é uniforme, donde a necessidade de colher grão por grão. Em caso de chuva, deve-se suspender a colheita para que as uvas sequem. Isto leva a um escalonamento do tempo de colheita, podendo atingir dois meses, e a uma perda de quantidade em função da qualidade, resultando em rendimentos inferiores a 2.000 litros por hectare. Os apreciadores de Barsac, que sabem de tudo isso são poucos, e o preço de revenda de uma garrafa desse <em>Cru</em> é fantástico em relação a outros vinhos de Bordeaux.

Jerry e Elena David
Uvas com Botrytis - podridão nobre